Casa Butantã, USP Guest House - São Paulo

Click here to edit subtitle

Por que a Casa Butantã ?


Na Casa Butantã, estamos focados em fornecer serviços com os mais altos níveis de satisfação do cliente - faremos tudo o que pudermos para atender às suas expectativas.


Com uma variedade de ofertas para escolher, temos certeza que você vai ser feliz se hospedando conosco. 


Olhe ao redor de nosso site e se você tiver quaisquer comentários ou perguntas, 

por favor, não hesite em contactar-nos. 

Nós esperamos vê-lo novamente! 

Volte mais tarde para novas atualizações para o nosso site. 

Há muito mais por vir!

... 

Casa Butantã e seu curso... e histórias!

A Casa Butantã é uma casa antiga, construída há mais ou menos 60 anos atrás, num terreno de 700 metros quadrados, onde ali moravam uma famíia.

Em 2011, foi quando tudo começou e até o momento foram 4 fases na casa.

1ª fase em 2011, reformamos e dividimos a casa principal em vários quartos.

Insatisfeita e um terreno baldio ao fundo, após 6 meses em 2012, decidimos aumentar a convivência, então realizamos a 2ª fase da casa, uma obra demasiada lenta com muito material a ser construído por inúmeros profissionais.

E foi a melhor fase da casa. O nosso grupo eram pessoas que até o momento os lembro e tenho um grande carinho por todos eles.

Ah que saudade das grandes histórias que ouvíamos em casa.

Então veio a 3ª fase em 2014, quando decidimos fazer o quintal em estilo americano em forma de U, respeitando o jardim da casa e a nossa árvore ameixa que está ¨fraquinha¨,... 

E foram idas e vindas inúmeras pessoas para a casa, seguindo adiante e para sempre melhor.

Maio de 2017, mudamos a política de nossa casa e como havíamos planejado no início de 2011, mas nunca feito... Abriram se um leque de pessoas, pessoas cordiais, trazendo mais harmonia a nossa casa.

4ª fase começara no natal, dezembro de 2017, decidimos retirar inúmeras paredes da casa, renovamos banheiros, cozinha, quartos e quintal.

Atualmente, estamos tentando nos adaptar com a nova fase.

Em 8 de outubro de 2020, meu cachorrinho morreu, o Snoopy, por erro médico pela recém formada dra.... da clínica CVB. Essa é a maior dor da minha vida. A morte do meu cachorro, me levou a depressão. Ele era o mascotinho da casa. Ele é quem mandava e cuidava de mim. Sinto tanto a falta dele que essa casa já não faz mais sentido.

Abril de 2021 Fase final da Casa Butantã.

Em dezembro de 2019, uma construtora fez permuta em troca do terreno. Janeiro de 2020, um tal engenheiro Alexandre, me ligou fazendo intimidações para que eu saísse. A minha permanência perdurou até maio de 2021, quando não havia mais algum trato justo com a tal construtora.

Meu coração partiu quando doei minhas murtas que cercavam as grades e portão da entrada, dali começamos a desconstrução da casa e quartos no final do mês de março. retiramos telhas, janelas, portas, até os pregos... e a casa ficou totalmente destruída. 

Há 2 semanas atrás tive uma surpresa boa, pude conhecer o José de Martino, um homem de +-60 anos, que nasceu dentro da casa. Ele simplesmente estava passando de carro e parou em frente á casa. Pensei que ele queria comprar algum móvel quando me disse: 

- Não, eu nasci aqui! 

O deixei entrar e conhecer a casa atual. Ele nos conta a história da casa. Que foi construída em 1941 pelo seu avô, também José de Martino. e nos mostrou o local onde nasceu dentro da casa (no quarto 7), se emocionou e me emocionou. Deus o mandou aqui antes que a casa fosse demolida, pois ele nem sabia... 

Foram exatamente 10 anos nessa casa. Muitas histórias, alegrias, tristezas, saudades. E agora esse ciclo se fechou. Na verdade, tenho muita sorte, e acredito que é snoopy cuidando de mim. O próximo local por favor entre em contato por telefone, que vou lhe dizer. 

Ao lado, as melhores e queridas pessoas que moraram e ou hospedaram em nossa casa!

Saudades.

Snoopy, amor da minha vida!

Sinto tanto a tua falta. Eu sinto muito por não ter passado mais tempo com você e trabalhado tanto.

Você me ensinou o quanto tudo isso não é importante. Temos que dar mais valor a quem nos ama, estar mais perto. 

De que adianta, se você não está aqui! Estaremos juntos... de novo...


Nasc: 10 de abril de 2006 - Óbito: 08 de outubro de 2020